Preparação mental - Plataforma Media

Preparação mental

Enquanto a pandemia continua a alastrar pelo resto do mundo, a nível nacional a situação também parece estar a piorar. Na passada terça-feira (dia 12), foram reportados mais de 100 novos casos de infeções nacionais nas províncias de Hebei, Heilongjiang e Shanxi, e em Jilin e Shandong foram reportados casos de infeções importadas.

Ao longo dos últimos dias várias regiões têm sugerido que trabalhadores migrantes para não regressem a casa para celebrar o ano novo, reduzindo o movimento da população ao máximo. As autoridades de Macau fizeram um apelo semelhante, incentivando a que esses trabalhadores evitem viajar.

Na cidade, após o cancelamento do espetáculo de fogo-de-artifício de ano novo e da proibição de venda e uso de foguetes, o Governo anunciou que as Feiras de Ano Novo Lunar e do Largo do Pagode da Barra seriam canceladas.

O ano novo será mais uma vez calmo. Após um ano de medidas de controlo epidémicas apertadas, quando parecia que a vacina iria trazer de volta a normalidade, a ameaça do vírus voltou.

Os anos 20 do século 21 estão a apresentar imensos problemas à raça humana. Mas nem o aquecimento global, as energias renováveis ou a redução de emissões se comparam ao desafio da Covid-19. Geopolítica, fornecimento de energia limpa, entre outras, qual se conseguirá sobrepor ao vírus? As últimas notícias relacionadas com a
vacinação também não são positivas.

Segundo um recente estudo brasileiro, a vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac Biotech passou de 78% de eficácia iniciais para apenas 50%.

Estaremos mentalmente preparados para combater esta pandemia a longo prazo?

*Editor da edição em chinês do PLATAFORMA

Artigos relacionados
Opinião

Cinema de Ano Novo

Opinião

Vozes de Macau

Opinião

Falta de sono

Editorial

Preparações para o Ano Novo

Assine nossa Newsletter