Início Manchete Pobreza em Portugal: “Como a comida não sobra, comemos muita sopa”

Pobreza em Portugal: “Como a comida não sobra, comemos muita sopa”

Com dois filhos jovens, Maria resiste apenas com o salário mínimo. “Para mim 20 euros é uma fortuna”.

Divorciada há 16 anos, Maria, 54 anos, nunca teve qualquer apoio do ex-marido para garantir o sustento dos dois filhos, hoje com 25 e 19 anos. É com o salário mínimo, no valor de 760 euros, que paga a renda, a luz, o gás, a água, os medicamentos e os alimentos que não vêm no cabaz do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Vulneráveis. “Como a comida não sobra, comemos muito sopa.”

Leia mais em Jornal de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!