CPLP atravessa mau momento financeiro - Plataforma Media

CPLP atravessa mau momento financeiro

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) está a atravessar um mau momento financeiro provocado pelo incumprimento do pagamento das contribuições por alguns países membros, revelou ontem, em Luanda, o ministro das Relações Exteriores, Téte António.

O chefe da diplomacia angolana fez essa revelação no final da XXV reunião ordinária do Conselho de Ministros da CPLP realizada por vídeo-conferência a partir de Lisboa, Portugal. Téte António, que participou no  encontro a partir da sede do Ministério das Relações Exteriores, disse que o Secretariado Executivo tem alertado os Estados-membros sobre a importância de fazerem chegar as contribuições à organização. “Se não houver recursos não teremos o resultado almejado”, alertou. 

O ministro não avançou  montantes em falta, mas informações veiculadas pela Lusa e divulgadas, em Março, pelo Jornal de Angola davam conta de uma dívida de 3,8 milhões de euros de quotas em atraso, com o Brasil a liderar em valor e São Tomé e Príncipe em número de contribuições por pagar.

Na reunião de ontem, os ministros prepararam os documentos a serem analisados na Cimeira de Luanda, ainda sem data, devido à pandemia da Covid-19. “Adoptámos resoluções bastante importantes, sendo que uma delas foi a resolução sobre a mobilidade”, frisou. Os Estados-membros discutiram, também, a cooperação em matéria de emergência e o apoio no sistema internacional, em órgão como Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Leia mais em Jornal de Angola

Artigos relacionados
LusofoniaPolítica

Secretário-executivo da CPLP quer aproximar organização da UE

AngolaBrasil

CPLP aposta num melhor serviço de gestão e distribuição da água nos Estados membros

AngolaLusofonia

Angola na maior tribuna de orientadores da CPLP

LusofoniaPolítica

Ministros da Educação da CPLP debatem o setor no contexto da Covid-19

Assine nossa Newsletter