Padres proibidos de exercer cargos públicos e políticos

Padres proibidos de exercer cargos públicos e políticos em Angola e São Tomé

A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) proibiu, ontem, todos os clérigos de assumirem cargos públicos de acessoria aos governos provinciais e a empresas públicas e privadas.

Segundo a CEAST, os prelados católicos estão, igualmente, proibidos de fazerem parte do conselho de direção de associações sindicais, a não ser que, a juízo da autoridade eclesiástica competente, o exija a defesa dos direitos da Igreja ou a promoção do bem comum. Por outro lado, refere a CEAST, sem licença do bispo diocesano, os padres católicos não podem, igualmente, se inscrever na função pública.

Leia mais em O País

Related posts
Portugal

Igreja mantém missas e funerais mas suspende casamentos e batizados em Portugal

CulturaPortugal

O "Vaticano" dos Templários foi uma pequena igreja em Tomar?

AngolaBrasil

Conselho das Igrejas Cristãs em Angola condena atitude de Edir Macedo

AngolaBrasil

Governo angolano diz ser "despropositado" colocar conflito da IURD no plano diplomático

Assine nossa Newsletter