Renamo exige comissão parlamentar para averiguar violação de direitos humanos em Cabo Delgado - Plataforma Media

Renamo exige comissão parlamentar para averiguar violação de direitos humanos em Cabo Delgado

A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal força de oposição em Moçambique, submeteu ao parlamento um projeto para a criação de uma comissão de inquérito para averiguar denúncias de violação de direitos humanos em Cabo Delgado

 A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal força de oposição em Moçambique, submeteu ao parlamento um projeto para a criação de uma comissão de inquérito para averiguar denúncias de violação de direitos humanos em Cabo Delgado.

“Trata-se de um projeto de resolução para criação de uma comissão parlamentar de inquérito para averiguar as denúncias de violação de direitos humanos, sobretudo em Cabo Delgado, mas extensivo também [às províncias de] Niassa, Sofala e Manica”, disse Venâncio Mondlane, relator da bancada parlamentar da Renamo na Assembleia da República, falando durante uma conferência de imprensa em Maputo.

O documento foi submetido para apreciação da Comissão Permanente da Assembleia da República na quarta-feira e, segundo a fonte, é a segunda vez que a principal força de oposição em Moçambique alerta para a necessidade de se averiguarem as denúncias de violação dos direitos humanos em Cabo Delgado.

“A situação de violação dos direitos humanos agravou-se e com muitas evidências que se tornaram públicas”, declarou Venâncio Mondlane.

A província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, é há três anos palco de ataques armados por grupos considerados terroristas e que já provocaram uma crise humanitária com mais de mil mortos e mais de 250 mil deslocados internos.

Related posts
EconomiaMoçambique

Cabo Delgado: Suspensão do projeto de gás ameaça 23,6 ME de mercadorias adquiridas

MoçambiqueSociedade

OIM: Deslocados de Palma ultrapassam os 40 mil

MoçambiquePolítica

UE: Moçambique "tem a responsabilidade de garantir a segurança do país”

LusofoniaMoçambique

Moçambique/Ataques: CPLP vai enviar delegação a Maputo

Assine nossa Newsletter