Início Editorial Nova fase?

Nova fase?

Guilherme RegoGuilherme Rego*
Guilherme Rego

Macau prepara-se para uma possível nova onda pandémica. Os surtos em Hong Kong e no Continente rapidamente levaram as autoridades locais a repensar a estratégia. É preciso garantir que, caso a prevenção e controle epidémico não surtam efeito, haverá outras medidas que permitam a segurança da população e da cidade. Até agora, a membrana da RAEM tem sido quase impenetrável, graças às medidas implementadas, mas quase não é completamente.

Se na China está a haver surtos, independentemente da política de combate à Covid-19 ser a mesma, Macau poderá deixar de constituir uma exceção à regra. O grande dilema da RAEM na abertura tem sido a incapacidade de lidar com a pandemia em território local e a subordinação às autoridades chinesas.

Ao garantir que é capaz de se adaptar, caso a pandemia volte à Região, pode estar em causa um maior relaxamento das fronteiras. Sejamos claros, se todos praticassem o modelo chinês, a pandemia seria algo do passado, mas não é esse o caso.

Leia também: Política de zero casos vai impedir recuperação do Jogo em 2022

A maioria dos países situa-se agora no pólo oposto – aceitam a presença do vírus e de todas as suas variantes. As razões prendem-se sobretudo com a necessidade de revitalizar a economia, algo que a China também é refém. Ainda está previsto um crescimento económico, é certo, mas fica mais suscetível a imprevistos – e temos observado isso em Macau.

Nesse sentido, e como está a acontecer a nível local, criam-se modelos de prevenção de “segunda linha”, ou seja, adaptados a uma realidade que, mais tarde ou mais cedo, será a da RAEM: convivência com o vírus. Não digo que as medidas estejam a ser criadas com esse objetivo, até porque tenho sérias dúvidas, mas por consequência abrem as portas a essa possibilidade. Com as novas medidas, haverá maior capacidade para lidar com um surto local, e um dos dilemas deixa de o ser tanto.

*Diretor-Executivo do PLATAFORMA

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!