Angola entre os piores países africanos a atrair e a reter ‘cérebros’ - Plataforma Media

Angola entre os piores países africanos a atrair e a reter ‘cérebros’

Moçambique, outro país de expressão portuguesa no continente, aparece no 128.º lugar da classificação geral, enquanto Cabo Verde ocupa a 90.ª posição do ranking

Pelo menos 31 países africanos, entre os quais Angola, figuram na cauda do Índice de Competitividade Global de Talentos, um ranking elaborado pela Insead, considerada uma das melhores escolas de gestão e negócios do mundo que avalia a capacidade dos países de atrair e reter quadros qualificados.

O estudo, referente ao ano de 2020, coloca Angola na penúltima posição (131.ª) da classificação geral do ranking, estando somente à frente do país asiático Yemen. Angola ocupa igualmente as piores posições no que se refere à atracção (124.º) e retenção (130.º) de quadros qualificados.

Moçambique, outro país de expressão portuguesa no continente, aparece no 128.º lugar da classificação geral, enquanto Cabo Verde ocupa a 90.ª posição do ranking.

Leia mais em OPaís

Assine nossa Newsletter