Regresso

Regresso

Esta semana registaram-se vários casos de infetados pelo novo coronavírus em Taiwan. Na passada terça-feira (dia 11), sete novos casos surgiram inesperadamente. No dia seguinte, quarta-feira (dia 12), foi registado ainda um novo recorde com 16 infeções locais.

De repente, é como se voltássemos à estaca zero, e as medidas de prevenção e controlo voltam a aumentar. Após um ano e meio de pandemia, o mundo parece ainda estar debaixo da sombra do vírus.

A Índia também tem registado entre 300 e 400 mil casos diários ao longo das últimas três semanas, com péssimas notícias locais a surgirem diariamente. Nas Maldivas por exemplo, a taxa de vacinação é alta, das mais altas do mundo, com 57% da população a ter recebido pelo menos a primeira dose. No entanto, no passado domingo (dia 10), foram registados 1.204 novos casos, o maior número de sempre desde o início da pandemia. No Japão, a 10 semanas do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, a epidemia no país continua a piorar.

Recentemente foram registos diariamente mais de 900 novos casos em Tóquio, levando a que muitos apelem ao cancelamento do evento. Parece que o regresso à normalidade está cada vez mais distante.

É impossível prever o fim desta pandemia. Com programas de vacinação a correr em todo o mundo, surgem novas variantes do vírus, com diferentes estudos a sugerir que as vacinas são menos eficazes nestes casos. Talvez, tal como no caso da gripe, este coronavírus venha a coexistir, sempre, com a população humana.

*Editor da edição em chinês do Plataforma

Related posts
Opinião

Descanso

Opinião

Falta saúde ao Código de Saúde?

Opinião

Chuva fez subir nível das águas

Opinião

Procura por cooperação

Assine nossa Newsletter