Tribunal condena herdeiro do império Samsung a dois anos e meio de prisão - Plataforma Media

Tribunal condena herdeiro do império Samsung a dois anos e meio de prisão

Lee Jae-yong é acusado de envolvimento no esquema de corrupção da ex-Presidente sul-coreana Park Geun-hye. Um tribunal em Seul condenou esta segunda-feira o herdeiro do império Samsung, Lee Jae-yong, a dois anos e meio de prisão, no novo julgamento pela participação no esquema de corrupção da ex-Presidente sul-coreana Park Geun-hye.

O Tribunal Superior de Seul decidiu impor esta pena a Lee Jae-yong por ter subornado Choi Soon-sil (amiga da ex-Presidente sul-coreana), conhecida de “Rasputin”, como parte de uma vasta rede de favores que escandalizaram o país e desencadearam a saída de Park do poder e consequente condenação.

Lee já tinha sido condenado a cinco anos de prisão em agosto de 2017 por subornos destinados a obter tratamento favorável das autoridades, desviar fundos, ocultar bens no estrangeiro e cometer perjúrio.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
MundoSociedade

Coreia do Sul pretende alcançar “imunidade de grupo” em Novembro

MundoPolítica

Irmã de Kim Jong-un chama as autoridades da Coreia do Sul de "idiotas"

MundoPolítica

Líder norte-coreano quer rever laços com Coreia do Sul e reforçar relações externas

Angola

Empresas angolanas têm oportunidades de negócios na Coreia do Sul

Assine nossa Newsletter