Portugal Blue vai mobilizar 75 milhões para economia azul

Portugal Blue vai mobilizar 75 milhões para economia azul

O programa Portugal Blue, que resulta de uma parceria entre o Governo e o Banco Europeu de Investimento (BEI), pretende mobilizar 75 milhões de euros para investimentos na economia azul, foi anunciado.

No total, o Portugal Blue pretende mobilizar mais de 75 milhões de euros de capital privado, público e europeu para fomentar o ecossistema da economia azul portuguesa, disponibilizando capital de risco e expansão a mais de 30 empresas, em todos os estágios do desenvolvimento”, lê-se num comunicado conjunto das entidades que integram a parceria.

Este programa, que se destina a apoiar as empresas portuguesas que operem nos setores ligados ao oceano, resulta de uma parceria entre o Fundo Europeu de Investimento (FEI), subsidiária do Grupo Banco Europeu de Investimento (BEI), e a Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), em representação do Fundo Azul.

O Portugal Blue é um fundo de fundos subscrito em 25 milhões de euros por cada uma das instituições e deverá ainda atrair outros 25 milhões de euros de capital privado.

Segundo o mesmo documento, o programa de investimento vai cobrir até 70 por cento da dimensão dos fundos selecionados.

O programa vai selecionar até duas equipas a operar a partir de Portugal, “dotadas de um conhecimento profundo do ecossistema azul português”.

Já o FEI será responsável pela seleção das equipas de investimento.

As equipas de investimento, por seu turno, terão que definir e monitorizar os indicadores de impacto climático.

“Investir no mar e no ecossistema marinho e assegurar a sua sustentabilidade é da maior importância para Portugal, em especial no quadro da recuperação da economia portuguesa”, considerou, citado no mesmo comunicado, o vice-presidente do BEI.

Ricardo Mourinho Félix afirmou ainda que esta iniciativa vai permitir apoiar ‘startups’ (empresas com rápido potencial de crescimento económico), pequenas e médias empresas (PME) e as MidCaps (empresas de média dimensão negociadas em bolsa) que promovem a ação climática e o desenvolvimento sustentável.

Por sua vez, a presidente do conselho de gestão do Fundo Azul, Helena Vieira, notou que o Portugal Blue “representa uma extraordinária oportunidade de investimento para o Fundo Azul”, promovendo empresas inovadoras, o empreendorismo azul e a conservação e sustentabilidade dos oceanos.  

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter