Obesidade aumenta o risco de morte por covid-19 em quase 50% - Plataforma Media

Obesidade aumenta o risco de morte por covid-19 em quase 50%

Estudo conclui que os obesos correm maior risco de internamento hospitalar em caso de infeção. A mortalidade aumenta 48%, e as futuras vacinas podem não ser tão eficazes nas pessoas obesas.

A obesidade aumenta o risco de morte por covid-19 em quase 50% e pode tornar as vacinas contra a doença menos eficazes, de acordo com um estudo abrangente que recorreu a dados globais.

A investigação agora publicada demonstra que os riscos para as pessoas com obesidade são maiores do que o estimado. Realizado na Universidade da Carolina do Norte, o estudo descobriu que pessoas obesas, com índice de massa corporal (IMC) acima de 30, correm maior risco ao contrair o novo coronavírus. Com covid-19, o risco de acabar numa cama de hospital aumenta em 113%, com os obesos a serem mais propensos a internamento em cuidados intensivos (74%) e a terem um risco maior de morte (48%).

Barry Popkin, professor do departamento de Nutrição da Escola Global de Saúde Pública UNC Gillings, coordenou o estudo e disse ao jornal inglês The Guardian que ficou chocado com as descobertas. O risco de morrer de covid-19 para pessoas com obesidade é significativamente maior do que se pensava.

“É um efeito muito grande. É um aumento de 50%, essencialmente. Este é um número muito alto e assustador, muito mais alto do que esperava”, disse Barry Popkin.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
MundoSociedade

Quais são, quanto custam e que eficácia têm as vacinas para a covid-19

PortugalSociedade

Mais de metade portugueses está a "repensar" o Natal e a reduzir gastos para cerca de metade

BrasilSociedade

População negra morre mais por conta da Covid-19 no Brasil

MundoSociedade

Concentração recorde de CO2 na atmosfera apesar de confinamentos por covid-19

Assine nossa Newsletter