Início Macau Rosário diz que Macau não decide local da Ilha Ecológica

Rosário diz que Macau não decide local da Ilha Ecológica

O secretário para os Transportes e Obras Públicas explicou que os peritos do interior da China são os responsáveis pelo estudo da Ilha Ecológica, bem como pela decisão final. “Não somos nós que decidimos”, afirmou esta quarta-feira na Assembleia Legislativa.

O tema foi levado à reunião plenária por Ron Lam, que voltou a alertar para os golfinhos brancos que foram encontrados nas áreas marítimas onde deverá ser construído este aterro para colocar resíduos, nas águas junto a Hac-Sá.

“Todo o processo, desde o início até agora e também no futuro, relativo à Ilha Ecológica é feito por especialistas e académicos do interior da China. Por isso, estejam descansados. Os especialistas do país vão apoiar-nos nesse trabalho”, respondeu.

Raymond Tam, diretor dos Serviços de Protecção Ambiental (DSPA), reiterou a falta de locais adequados ao aterro para resíduos, e que o atual já se encontra saturado. “Estamos a pensar em várias formas para prolongar a vida de utilização do aterro. Macau não tem muito espaço para encontrar outro local para um aterro de resíduos, por isso especialistas do interior sugeriram construir um aterro de resíduos na zona marítima”, sublinhou, acrescentando que “a construção da ilha ecológica é necessária”.

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!