Início Eleitos Acompanhar o planeamento do estacionamento inteligente

Acompanhar o planeamento do estacionamento inteligente

O regime do serviço público de estacionamento e o regulamento administrativo para as condições de exploração e utilização do serviço público de estacionamento entraram em vigor a 1 de agosto de 2023

梁孫旭 Leong Sun Iok*Leong Sun Iok*

Pessoalmente, estou particularmente preocupado com os serviços de estacionamento público, incluindo a integração de ferramentas de pagamento eletrónico e o planeamento do estacionamento inteligente. Atualmente, nem todos os parques de estacionamento públicos aceitam os mesmos métodos de pagamento eletrónico.

Não existe um padrão uniforme. Alguns aceitam pagamentos via código QR, outros não. Por exemplo, alguns residentes têm dito que o Parque de Estacionamento Oeste das Instalações Fronteiriças da Ponte Hong Kong-Macau-Zhuhai só aceita pagamentos em dinheiro ou com cartão eletrónico.

Entretanto, embora muitos parques de estacionamento públicos tenham adicionado pagamentos móveis, cada um deles usa uma plataforma de pagamento diferente, e a ordem de prioridade é determinada pelas entidades operadoras, o que causa inconveniência aos condutores.

Quanto ao planeamento geral, durante as deliberações da Primeira Comissão Permanente sobre o regime do serviço público de estacionamento, o Governo revelou que iria promover o plano de concursos públicos para a gestão e operação de parques de estacionamento públicos no futuro, visando otimizar os equipamentos e os padrões de serviço.

Atualmente, os parques de estacionamento públicos de Macau são operados pela Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) e por entidades contratadas. Desde o ano passado que a DSAT planeia lançar um programa a exigir que as entidades contratadas forneçam o sistema de “Pagamento Simples” e a atualização contínua do sistema de cobrança.

Os parques de estacionamento, como recurso público, devem ser utilizados para a conveniência e benefício do da população, e espera-se que o Governo conclua esta integração o mais rápido possível para uniformizar os métodos de pagamento.

Em termos de estacionamento inteligente, em 2020 a DSAT disse que ia instalar sensores de deteção de veículos, conhecidos como “geosensores”, em cerca de mil espaços de estacionamento público na via pública, permitindo que os condutores saibam que lugares estão vagos, algo que também faz parte do desenvolvimento inteligente dos transportes em Macau.

No entanto, o website do Governo e as aplicações móveis removeram esses planos sem aviso, e não há calendário para a sua atualização. O Governo apontou que mais de metade dos utilizadores não pagam tarifas de estacionamento, limitando assim a capacidade de investir na otimização do equipamento.

Acontece que a Política Geral do Trânsito e Transportes Terrestres de Macau (2021-2030) estabelece claramente que o desenvolvimento do “estacionamento inteligente” será avançado através da instalação de ‘hardware’ e serviços de gestão, incluindo a promoção do uso de sensores de estacionamento para lugares na via pública. O objetivo é recolher mais dados sobre estacionamento nas vias públicas e fora delas, e fornecer informações em tempo real aos automobilistas.

Os sensores de solo fazem parte do programa de estacionamento inteligente, e em 2020, o Governo divulgou que iria monitorizar de perto o funcionamento destes dispositivos e recolher opiniões do público, enquanto gradualmente alargava o programa a outros distritos. Espero que o Governo forneça informações sobre o planeamento para a instalação destes sensores, e sobre o programa global de recolha de dados de estacionamento de rua, para que o público possa ser informado sobre os trabalhos das autoridades em tempo útil.

*Federação das Associações dos Operários de Macau

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!