Início Portugal Núcleo duro de Costa mais inclinado para José Luís Carneiro

Núcleo duro de Costa mais inclinado para José Luís Carneiro

Eurico Brilhante Dias, líder parlamentar do PS, decidiu ontem abandonar dentro do partido a chamada (por um ex-ministro do partido) "Ala do Não Me Comprometam" caindo para o lado de José Luís Carneiro. Um apoio natural - estiveram ambos do mesmo lado a apoiar António José Seguro entre 2011 e 2014 - mas que carrega consigo o peso institucional do cargo que Eurico ocupa - e de por essa inerência de funções integrar o núcleo duro de António Costa.

O peso dos assumidamente “carneiristas” neste grupo restrito de pessoas que coadjuvam Costa na coordenação geral da maioria socialista aumenta assim, depois de Augusto Santos Silva, presidente da Assembleia da República, ter também declarado apoio a José Luís Carneiro na luta pela sucessão na liderança do PS. E nesta contabilidade pode também ser posto no mesmo lado da barrica o apoio do secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, André Moz Caldas.

Do lado do “pedronunismo”, no núcleo duro de Costa, é que continua a não haver ninguém, pelo menos publicamente assumidamente. Mariana Vieira da Silva, ministra da Presidência, Ana Catarina Mendes, ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, e o seu irmão, António Mendonça Mendes, secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, continuam a integrar a tal “Ala do Não Me Comprometam” – e com toda a probabilidade assim o farão até às eleições diretas em que os militantes serão chamados a escolher entre Carneiro, Pedro Nuno Santos e Daniel Adrião.

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!