Segurança Social já esgotou o orçamento dos apoios covid-19 para as famílias - Plataforma Media

Segurança Social já esgotou o orçamento dos apoios covid-19 para as famílias

OE2021 tem 776 milhões de euros para apoios covid dirigidos às pessoas singulares, mas até final de abril, o governo já assumiu 1,1 mil milhões em despesa. É quase 40% mais do que a dotação anual aprovada. Défice público quase triplicou em abril.

Adotação orçamental para 2021 relativa às medidas especiais covid-19 dirigidas às famílias é de 776 milhões de euros, mas esta verba já foi largamente ultrapassada, revelou, na quarta-feira, o Ministério das Finanças (MF). No final de abril, os gastos efetivos nesta rubrica estavam quase 40% acima da despesa anual prevista no Orçamento do Estado de 2021 (OE2021).

Em março, surgiu o primeiro sinal de esgotamento dessa linha orçamental dos apoios covid aos beneficiários singulares a cargo da Segurança Social, com a despesa acumulada do primeiro trimestre a atingir os 813 milhões de euros.

Mas ontem, de acordo com o novo boletim da execução orçamental, soube-se que a rubrica deu um novo e significativo salto em abril à boleia do agravamento da pandemia no arranque deste ano e da imposição de um novo confinamento, que obrigou muitas partes da economia portuguesa a parar ou a reduzir drasticamente a atividade.

Segundo o gabinete do ministro das Finanças, João Leão, “os apoios a cargo da Segurança Social” ascenderam a “1.071 milhões de euros”, ou seja, estão 38% acima da dotação anual aprovada com o Orçamento do Estado de 2021. “E mantêm um forte crescimento”, acrescentou o gabinete do ministro.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Related posts
PolíticaPortugal

Marcelo afasta retrocesso no desconfinamento

EconomiaPortugal

Nível de riqueza dos portugueses continua estável apesar da pandemia

PolíticaPortugal

"Lapso será corrigido hoje." Espanha recua com exigência de testes na fronteira

PolíticaPortugal

Espanha impõe teste covid-19 e Portugal ameaça com "reciprocidade"

Assine nossa Newsletter