Com piora da pandemia, bancos traçam cenário mais pessimista para a economia - Plataforma Media

Com piora da pandemia, bancos traçam cenário mais pessimista para a economia

Dólar e inflação poderiam subir ainda mais; teto de gastos corre risco.

Em meio ao aumento do número de mortes e de hospitalizações no Brasil por conta da Covid-19, os bancos já traçam um cenário mais pessimista para o desempenho do país e das contas públicas neste ano, com um risco maior de rompimento do teto de gastos.

O Itaú Unibanco, por exemplo, considera uma piora no déficit primário (sem contar o pagamento com os juros da dívida). Os economistas incluíram em suas contas um volume maior de despesas emergenciais além do teto de gastos. A avaliação é que, pela dinâmica atual da pandemia, pode haver mais uma flexibilização da regra que limita os gastos públicos.

“Tal cenário impactaria a já frágil sustentabilidade fiscal brasileira, aumentando o prêmio de risco doméstico, com efeitos negativos sobre juros, câmbio e atividade econômica em 2021 e, predominantemente, em 2022”, resume a equipe da instituição, que revisou as estimativas de déficit primário de 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto) para 2,8%, ou de R$ 207 bilhões para R$ 235 bilhões.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
BrasilPolítica

General Pazuello poderá manter o silêncio perante a CPI

BrasilMundo

Opas adverte que a Covid-19 está ‘longe’ de estar sob controle nas Américas

BrasilPolítica

Bolsonaro sanciona lei que determina afastamento de grávidas do trabalho presencial

BrasilSociedade

Diretor de regulador do Brasil confirma tentativa de indicar cloroquina para tratamento

Assine nossa Newsletter