Organização quer atletas com máscara obrigatória em Tóquio2020

Organização quer atletas com máscara obrigatória em Tóquio2020

A organização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 pretende exigir aos atletas o uso obrigatório de máscara, com exceção dos períodos de treinos e competição, e distanciamento social, a fim de evitar contágios por covid-19.

Estas são algumas das medidas anunciadas hoje pelo Comité Organizador de Tóquio2020, evento que foi adiado para 2021, entre 23 de julho e 08 de agosto, precisamente, devido à pandemia do novo coronavírus.

No código de conduta, definido entre a organização e o governo japonês, os responsáveis pretendem também limitar as deslocações dos desportistas durante o evento entre o local de alojamento e as instalações de treino e competição.

As propostas serão ainda levadas às federações internacionais e ao Comité Olímpico Internacional (COI), com o objetivo de que estejam protocoladas no final do ano, com o objetivo de prevenir contágios durante o maior evento do desporto mundial.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e cinquenta e sete mil mortos e mais de 36,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Artigos relacionados
BrasilDesporto

Mulheres dão a largada em temporada histórica para o surf mundial

DesportoMundo

Tóquio2020: Adiamento para 2021 com custo acrescido de 1,6 mil ME

Desporto

Atletas da Olimpíada não farão isolamento de 14 dias, diz organização

DesportoMundo

Organização dos Jogos Olímpicos aliviada com vacina mas pronta a realizar evento sem ela

Assine nossa Newsletter