China culpa “mentiras” de políticos norte-americanos pela imagem negativa do país

China culpa “mentiras” de políticos norte-americanos pela imagem negativa do país

O Governo chinês denunciou hoje as “mentiras” de “certos políticos norte-americanos” para explicar o aumento de perceções negativas sobre a China em vários países democráticos, revelado por um inquérito do Pew Research Centre.

Segundo aquela pesquisa, divulgada na terça-feira, a imagem da China piorou em muitos países ocidentais, onde a opinião é esmagadoramente crítica sobre a forma como o país lidou com a pandemia da covid-19.

O inquérito, que abrangeu 14 países, revelou que 73% dos norte-americanos têm agora uma opinião negativa sobre a China, um aumento de quase 20% desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca, em 2017.

A perceção sobre a China é ainda mais negativa na Austrália, um país que está a ser alvo de sanções comerciais chinesas: 81% dos australianos têm agora uma opinião negativa da China, mais 24% do que no ano passado.

A imagem do país piorou também no Reino Unido, Canadá, Alemanha, Holanda, Espanha, Suécia ou Coreia do Sul. Em França, 70% dos entrevistados têm agora uma opinião negativa sobre a China.

A porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying, disse que a pesquisa representa apenas o ponto de vista dos países ocidentais.

“Como manobra de distração, alguns políticos norte-americanos usam a pandemia e outros assuntos como pretextos para difamar a China e demonizá-la, semeando mentiras e desinformação”, denunciou Hua, sem citar o presidente norte-americano que repetidamente se referiu ao novo coronavírus como “vírus chinês”.

“Isto só serve para enganar gravemente os cidadãos dos Estados Unidos e de alguns outros países ocidentais sobre a realidade da luta da China contra a epidemia”, acrescentou Hua.

O novo coronavírus apareceu pela primeira vez na China no final do ano passado, e o regime comunista foi criticado pela falta de transparência e lenta resposta no início da epidemia.

Ainda assim, o país conseguiu erradicar a doença e soma já quase dois meses sem casos de infeção local.

“Espero que mais imprensa estrangeira, incluindo os jornalistas estacionados na China, cubra a China de forma mais objetiva”, disse a porta-voz.

Related posts
ChinaPolítica

China diz que regras feitas no ocidente não podem ser encaradas como normas universais

ChinaMundo

China adverte Japão antes de cimeira com os Estados Unidos

ChinaMundo

Encontro China-EUA: Embaixador chinês nos EUA esclarece posições e levanta dúvidas

ChinaMundo

MNE russo visita Pequim em tempo de crise entre Rússia e EUA

Assine nossa Newsletter