Ministra da Agricultura do Brasil defende tese do "boi bombeiro" - Plataforma Media

Ministra da Agricultura do Brasil defende tese do “boi bombeiro”

A ministra da Agricultura Tereza Cristina disse que o desastre ambiental provocado pelas queimadas no Pantanal seria menor, se houvesse mais atividade pecuária no bioma.

Em setembro, houve aumento de 180% no número de queimadas na região do Pantanal, em comparação com o mesmo período do ano passado. É o mês com o maior número de ocorrências da história: 8.106.

A área atingida no ano chega a quase 33 mil km², o que corresponde a 14% de todo o bioma.

“Aconteceu um desastre porque nós tínhamos muita matéria orgânica seca, e, talvez, se nós tivéssemos um pouco mais de gado no Pantanal, teria sido um desastre até menor do que o que nós tivemos neste ano. Mas isso tem de servir como reflexão sobre o que é que nós temos de fazer”, afirmou a ministra, durante audiência na comissão especial do Senado, que acompanha as ações de enfrentamento às queimadas no Pantanal.

A ministra usa a polêmica tese do “boi bombeiro”, já defendida pelo ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) e bastante criticada por ambientalistas.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter