Primeiro-ministro português recusa demitir ministra do Trabalho - Plataforma Media

Primeiro-ministro português recusa demitir ministra do Trabalho

O primeiro-ministro defendeu a ministra do Trabalho e da Segurança Social. “Está a fazer um excelente trabalho”, disse sobre Ana Mendes Godinho acusada de desvalorizar os surtos nos lares de idosos

“Não vale a pena pedirem a demissão de membros do Governo. Quando não tiver confiança, resolvo o problema”. A afirmação do primeiro-ministro, António Costa, não dava margem para dúvidas. Ana Mendes Godinho mantém-se como ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, depois de ter sido acusada de desvalorizar a situação de covid-19 nos lares de idosos, após a entrevista que deu ao Expresso.

“Tenho toda a confiança no trabalho de Ana Mendes Godinho”, garantiu o primeiro-ministro. “Está a fazer um excelente trabalho e vai continuar a fazer um excelente trabalho”, defendeu António Costa, que recusou alimentar “polémicas artificiais”, em declarações aos jornalistas após presidir à reunião do Centro de Coordenação Operacional Nacional (CCON) da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), na sede de Carnaxide.

O primeiro-ministro diz que “não houve desvalorização” da situação dos lares por parte de Ana Mendes Godinho na entrevista que a ministra deu ao Expresso, publicada no sábado. “Neste momento não nos devemos distrair do que é essencial e nem estar com polémicas artificiais. A principal preocupação é como responder a esta realidade”.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
Hong KongSociedade

Hong Kong pode ficar em confinamento até 2024

MundoSociedade

Risco da variante Ómicron continua muito alto, diz OMS

AngolaBrasil

Pandemia agradece aos individualismos

ChinaLusofonia

Cooperação China-PLP ajuda países a superarem pandemia

Assine nossa Newsletter