Mau tempo no sul da Índia deixou pelo menos 15 mortos - Plataforma Media

Mau tempo no sul da Índia deixou pelo menos 15 mortos

Um deslizamento de terras provocado pelas fortes chuvas das monções matou na sexta-feira pelo menos 15 pessoas no sul da Índia e enterrou 20 casas de trabalhadores nas plantações de chá, segundo a polícia local.

Doze pessoas foram resgatadas, segundo o polícia Eldhose Madhai, acrescentando que mais de 50 pessoas na região ainda não foram encontradas.

O ministro-chefe do Estado de Kerala, Pinarayi Vijayan, confirmou as 15 vítimas mortais e disse ainda que as equipas da Força Nacional de Resposta a Desastres foram destacadas para a área de Rajamalai, no distrito de Idukki, com equipamento noturno para os esforços de resgate.

A agência meteorológica emitiu um alerta vermelho devido às previsões de mais chuva na região.

Ligações de comunicação e linhas elétricas foram cortadas e uma ponte rodoviária da área foi levada pela força das águas.

Um templo hindu no distrito de Ernakulam, na margem do rio Periyar, ficou quase submerso quando o nível da água subiu após a abertura das comportas de uma barragem.

O rio Muthirapuzha inundou também as zonas baixas da cidade de Munnar, também no distrito de Iddiki.

As chuvas anuais das monções atingem o sul da Ásia de junho a setembro. As chuvas são cruciais para a temporada agrícola, mas todos os anos provocam vítimas e danos nesta região do mundo, onde vive um quinto da humanidade.

Mais de 550 pessoas morreram na Índia, Bangladesh e Nepal e mais de 9,6 milhões de pessoas ficaram deslocadas no sul da Ásia desde o começo das enchentes em junho, de acordo com a Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

Artigos relacionados
MundoSociedade

Mau tempo no nordeste da Índia matou 93 pessoas

Assine nossa Newsletter