Dobradinha histórica de Rosenqvist - Plataforma Media

Dobradinha histórica de Rosenqvist

O piloto sueco Felix Rosenqvist, em Dallara Mercedes, venceu a Taça Intercontinental da FIA em Fórmula 3, pelo segundo ano consecutivo, e igualando um feito histórico antes apenas conseguido por Edoardo Mortara.

O nome do sueco de 24 anos junta-se ao do italiano que, em 2010, se tornou o primeiro piloto a vencer por duas vezes consecutivas a “prova rainha” do Grande Prémio de Macau. Felix Rosenqvist cumpriu as 15 voltas ao circuito da Guia à frente do monegasco Charles Leclerc, que foi segundo, a 1.168 minutos de distância. O pódio completou-se com o britânico Alexander Sims (Dallara Mercedes).

O piloto sueco tinha largado do primeiro lugar da grelha, depois de, no sábado, ter conquistado a ‘pole’ beneficiando de uma penalização que foi imposta ao italiano Antonio Giovinazzi (Dallara Volkswagen) por ter provocado um acidente. Apesar de a prova ter acabado como começou – com Rosenqvist em primeiro, Leclerc em segundo e Sims em terceiro – foi constante o “sobe e desce”, sobretudo, entre os dois primeiros classificados na corrida, que esteve parada logo no arranque devido a um acidente envolvendo três carros.

Rosenqvist, que esteve pela sexta vez em Macau, foi segundo atrás do português Félix da Costa, em 2012.

27 de novembro 2015

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter