HERMÍNIO MUDA NOVAMENTE DE POSIÇÃO - Plataforma Media

HERMÍNIO MUDA NOVAMENTE DE POSIÇÃO

 

O antigo combatente da Frente de Libertação de Moçambique e desmobilizado de Guerra Hermínio dos Santos, depois de uma declaração na qual dizia apoiar o candidato e o partido Frelimo, ns eleições de de 15 de Outubro, veio já nesta terça feira (07) desmentir o seu posicionamento, em relação a Filipe Jacinto Nyusi.

Hermínio dos Santos, um dos membros e orientadores dos antigos combatentes e desmobilizados de guerra, que em algumas vezes mostravam-se agastados com o Governo, por causa da aludida pensão de desmobilizado, diz que na tarde da última segunda-feira (06 de Outubro), recebeu uma chamada telefónica de um suposto membro do partido no poder para ir receber um donativo na embaixada dos Estados Unidos da América, na capital moçambicana, o que para ele foi prontamente aceite:

“Depois de receber a chamada, recebi a pessoa, que dizia estar a levar-me para a embaixada dos EUA, para que eu fosse levar o donativo para os desmobilizados de Guerra, e que não constituí a verdade que eu tenha filiado ao partido no poder” rematou Dos Santos.

Questionado se ainda é membro do partido Renamo, o interlocutor disse que sim. Apoia o partido de forma incondicional e que a sua presença no meio do coletivo da Frelimo, em sua sede, teria sido sequestrado, razão pela qual que houve mau entendimento:

“Quando cheguei, o motorista disse-me que aqui não é o meu escritório, mas aqui está o presidente Joaquim Chissano, o ministro Chang, o primeiro secretário do Partido Frelimo, Hermenegildo Infante, que disse que eu deveria falar à imprensa, e que já estava tudo organizado. Eu não entendi nada, fui coagido a dizer que teria que apoiar o candidato para que a situação da pensão dos desmobilizados ficasse resolvida, não foi de minha vontade”, salientou.

Em outro desenvolvimento, Hermínio foi questionado sobre a sua posição no partido Renamo, o que foi prontamente respondido nos seguintes termos: “Eu, Hermínio dos Santos, apoio o presidente Afonso Dhakama e o partido Renamo, isso nunca vou mudar, porque a Frelimo desgraçou-me e já estou a ficar velho”. Hermínio dos Santos já esteve detido por várias vezes, indiciado de prática de incitação à violência.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter