NYUSI QUER PATRÕES MAIS SOLIDÁRIOS - Plataforma Media

NYUSI QUER PATRÕES MAIS SOLIDÁRIOS

 

O candidato presidencial da Frelimo às eleições de 15 de Outubro em Moçambique, Filipe Nyusi, promete que se for eleito fará tudo para apelar à consciência do patronato para que seja solidário com os seus trabalhadores, sobretudo os empregados domésticos e guardas, no sentido de serem tratados com mais amor e humanismo.

Nyusi explicou que não faz sentido que, em muitos casos, as pessoas que cuidam das casas dos seus patrões, dos seus filhos e cozinham para eles sejam tratadas de uma forma desumana ou com desdém. Aliás, é o empregado doméstico e o seu guarda que garantem a segurança da sua casa e fazem que o patrão e sua família tenham um descanso tranquilo com a certeza de que nada de mal acontecerá durante a noite.

É precisamente este ambiente saudável que permite, por seu turno, ao patronato também desempenhar tranquilamente as suas obrigações profissionais onde também ganha o seu pão como proprietário ou empregado de um outro patrão, disse o candidato do partido no poder.

“Quero que prestemos muita atenção aos empregados domésticos. Isto porque aquele patrão, aquele que trabalha nos escritórios só pode trabalhar bem porque alguém cuida das suas casas”, disse Nyusi. Por isso, o guarda que trabalha durante toda a noite também tem que ter tempo para descansar.

“Vou falar com eles (patronato) para que criem condições humanas e os considerem como pessoas normais como eles próprios. Temos que ser uma sociedade que viva em solidariedade colectiva. Só assim é que podemos continuar a sermos fraternos”, vincou Nyusi no seu apelo para que o patronato seja capaz de ver nos seus empregados como pessoas normais e que merecem o mesmo tratamento humano que eles próprios exigem daqueles com quem se relacionam.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter