ACORDO PARA ENSINO DO PORTUGUÊS EM SHENYANG - Plataforma Media

ACORDO PARA ENSINO DO PORTUGUÊS EM SHENYANG

 

O Instituto Português do Oriente (IPOR) assinou com a escola secundária da cidade continental chinesa de Shenyang um acordo para o ensino da língua e cultura portuguesas.

“Respondendo ao crescente impulso conferido à aprendizagem do português na República Popular da China, este protocolo, assinado no dia em que comemorámos os 25 anos do IPOR, é também muito significativo do ponto de vista dos objetivos estratégicos da instituição”, disse João Neves, diretor do IPOR, em declarações à agência Lusa, salientando que o documento foi rubricado com a “Shenyang Guangquan Middle School”.

João Neves explicou que o acordo traça o quadro da cooperação que será agora “operacionalizado, assente no ensino da língua e cultura portuguesas, potenciando a experiência do IPOR e respondendo ao interesse da escola”, que tem desde sábado uma sala de Língua Portuguesa equipada com exposições bilingues e bibliografia doadas pelo IPOR.

O mesmo responsável defendeu que o protocolo pode ser o ponto de partida para experiências semelhantes com outras escolas do mesmo nível de ensino, “reforçando Macau como plataforma de cooperação entre a China e os países de língua portuguesa”.

A assinatura do Protocolo decorreu na presença de várias autoridades da Província de Liaoning e de Macau, bem como dos dirigentes do Fórum Macau, que se deslocaram a Shenyang no quadro de uma feira de comércio e investimento.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter