Alto quadro suspeito de graves ilegalidades - Plataforma Media

Alto quadro suspeito de graves ilegalidades

 

Um alto quadro provincial chinês, Ling Zhengce, irmão de um ex-braço direito do antigo Presidente da China Hu Jintao, foi afastado por “suspeita de graves violações da disciplina”, anunciou esta semana o Partido Comunista Chinês (PCC).

Ling Zhengce, 62 anos, era vice-presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês em Shanxi, província do norte da China rica em minas de carvão. O seu irmão Ling Jihua, cujo filho morreu há dois anos ao volante de um Ferrari, dirigiu a secretaria-geral do Comité Central do PCC até ao XVIII Congresso, em novembro de 2012, e era considerado um protegido do então Presidente Hu Jintao, mas não chegou a ser promovido, como se esperava.

Um outro responsável de Shanxi, Du Shanxue, foi também afastado por “suspeita de graves violações da disciplina”, expressão habitualmente usada para os casos de corrupção. Du Shanxue era vice-governador e membro do comité provincial do PCC.

O combate à corrupção, encarado pela atual liderança chinesa como “uma questão de vida ou de morte” para a sobrevivência do PCC no poder, tem sido uma das prioridades da China desde que Xi Jinping assumiu a chefia do partido, em novembro de 2012.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter