Há uma "nova invasão" russa preparada para o início de 2023 - Plataforma Media

Há uma “nova invasão” russa preparada para o início de 2023

“Prevemos esse cenário. Estamo-nos a preparar para esse ataque. Vivemos com o pensamento de que eles vão atacar novamente”. A certeza de que a Rússia vai tentar uma “nova invasão” pelo Norte, usando território da Bielorrússia, foi reforçada por um militar de topo ucraniano em entrevista à Sky News.

Andrii Kovalchuk, major-general, diz ter informações e “acreditar” que as forças de Moscovo vão tentar até dia 24 de fevereiro – data do início dos ataques russos – invadir a Ucrânia por três frentes: Leste e Sul, reforçando a presença já no terreno, e tentar de novo entrar pelo Norte e chegar a Kiev.

Porém, disse, desta vez a Ucrânia está “mais preparada para se defender dos ataques e das tropas de Putin. “Mais preparada”, mas a precisar de “mais” apoio militar, mais armas, porque os “próximos combates vão ser muito mais violentos”, afirmou.

Já na semana passada, Putin tinha admitido um prolongamento da guerra, tendo vários altos funcionários ucranianos, nessa altura, afirmado que o Kremlin está a preparar uma grande ofensiva para o início de 2023, não excluindo, por isso, a possibilidade de o exército russo tentar retomar Kiev.

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, reforçou, por seu turno, o alerta de que “a Rússia está a preparar-se para uma longa guerra” e manifestou a sua convicção de que Putin “lançará novas ofensivas”.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Related posts
Angola

Angola preocupada com escalar bélico do conflito na Ucrânia e risco de nova guerra mundial

Sociedade

Um morto e dois feridos no ataque russo com mísseis contra Kiev

Política

Fragata russa treinou lançamentos de mísseis hipersónicos no Atlântico

Política

Putin garante que a Rússia produz mais mísseis antiaéreos que o resto do mundo junto

Assine nossa Newsletter