Saúde de Macau rejeita vacinação ou teste obrigatório em crianças %

Saúde de Macau rejeita vacinação ou teste obrigatório em crianças

O Director dos Serviços de Saúde de Macau, Alvis Lo Iek Long, garantiu que a apresentação de certificado de vacinação ou teste negativo à covid-19 não será obrigatória para ir à escola. Nova aplicação do código de saúde com função de rastreio já foi descarregada 40 mil vezes

Serviços de Saúde garantem que não será obrigatório vacinação ou teste nas crianças. Alvis Lo Iek Long, director dos Serviços de Saúde (SSM) assegurou ontem que, apesar da inclusão da faixa etária entre os 3 e os 11 anos no grupo elegível para ser inoculado contra a contra a covid-19, a apresentação de certificado de vacinação ou resultado negativo de um teste de ácido nucleico, não será obrigatória para as crianças irem à escola.

Citado pelo canal chinês da TDM-Rádio Macau, o responsável disse que, pela sua natureza, as escolas não podem seguir o exemplo da Função Pública, mas que o aumento das exigências de vacinação será bem-vindo, desde que não vá contra a o princípio da voluntariedade.

“Não podemos impor esse tipo de restrições ao nível da vacinação, impedindo assim as crianças [não vacinadas] de ir à escola”, apontou o director dos SSM, referindo-se aos alunos do ensino não superior.

Recorde-se que, actualmente, as orientações dos Serviços de Administração e Função Pública (SAFP) estipulam que todos os funcionários públicos tenham de apresentar comprovativo de vacinação ou teste de ácido nucleico com resultado negativo feito nos últimos sete dias.

Leia mais em: Hoje Macau

Related posts
MundoSociedade

Pfizer e J&J trabalham nas suas vacinas anticovid contra a Ómicron

MundoSociedade

Ainda não há indícios que variante Ómicron provoque casos mais graves

MacauPolítica

Fronteiras: Macau tem um longo caminho pela frente

MacauSociedade

Marcações disponíveis no Hotel Tesouro para quem vem da Europa

Assine nossa Newsletter