Suspeitas de corrupção na indústria do vinho em Portugal -

Suspeitas de corrupção na indústria do vinho em Portugal

PJ fez buscas nos Institutos do Vinho do Porto e Madeira, Associação Comercial do Porto e Fundação para a Juventude.

Foi por suspeitas de participação económica em negócios, corrupção e branqueamento de capitais que a Polícia Judiciária (PJ) realizou na terça-feira buscas na Associação Comercial do Porto (ACP), do Instituto do Vinho do Douro e do Porto (IVDP), da Fundação da Juventude, e do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira (IVBAM). Em causa estão contratos de promoção e relações públicas adjudicados pelos dois institutos públicos a um grupo restrito de empresas, também alvo de buscas, e que totalizam cerca de sete milhões de euros em apenas três anos.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, o inquérito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) ainda está numa fase muito inicial e ontem não foram constituídos arguidos. A dezena de buscas realizadas pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ visaram essencialmente recolher documentos sobre contratos considerados suspeitos entre empresas e os institutos públicos. A investigação pretende saber quem efetivamente os negociou e se houve contrapartidas.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter