Pela 1ª vez há mais mulheres que homens no Web Summit

Pela 1ª vez há mais mulheres que homens no Web Summit

O número de mulheres a participar na Web Summit superou pela primeira vez o dos homens na edição deste ano, representando 50,5% do total dos 42.751 participantes, divulgou hoje a organização do evento

Ha mais mulheres que homens este ano na Web Summit. “A Web Summit arrancou hoje a sua primeira conferência presencial em dois anos, dando as boas-vindas a 42.751 participantes de 128 países. Pela primeira vez nos dez anos de história do evento, há mais mulheres do que homens na audiência”, pode ler-se num comunicado hoje divulgado pela organização do evento.

De acordo com a organização presidida por Paddy Cosgrave, “50,5% da audiência deste ano são mulheres”, tendo o número de mulheres vindo a aumentar desde a edição de 2016, “depois do lançamento da iniciativa Women in Tech [Mulheres na Tecnologia] da Web Summit”.

Segundo a empresa, a representação feminina no certame cresceu para 50,5% este ano, depois de “45,8% em 2020 e 46,3% em 2019”.

No total, na edição deste ano, marcada por restrições associadas à covid-19, estão presentes 42.751 participantes, um número abaixo dos 70.469 registados em 2019, em que o evento se realizou sem qualquer condicionamento.

Este de 2021 conta com a presença de 748 oradores, 1.333 conferências, 1.519 ‘startups’, das quais 70 ‘unicórnios’ [‘startup’ com valorização superior a mil milhões de dólares] e 872 investidores, “tornando a Web Summit a maior reunião de empreendedores no mundo este ano”.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
PortugalSociedade

Três em cada dez raparigas sentem-se discriminadas só por serem mulheres

MundoSociedade

Milhares nas ruas em todo o mundo pelo fim da violência contra as mulheres

AngolaSociedade

Angola quer elevar quota de mulheres na esfera pública para 50%

Grande BaíaPlataforma Grande Baía

Grande Baía em destaque no evento em Lisboa

Assine nossa Newsletter