Várias plataformas digitais chinesas excluem ator Zhang Zhehan depois de visita polémica

Várias plataformas digitais chinesas excluem ator Zhang Zhehan depois de visita polémica

Várias plataformas digitais chinesas excluíram os filmes e relatos pessoais do ator Zhang Zhehan, depois deste ter visitado o santuário japonês de Yasukuni, que abriga os restos mortais de vários soldados que participaram na invasão da China durante a primeira metade do século XX

O jornal estatal “Global Times” afirmou que os episódios em que Zhang actua nas séries “Demon Girl” e “Word of Honor!”, bem como nos “reality shows” “Everybody Stand By” e “Keep Running” saíram das plataformas mais populares, como a Bilibili.

Outras plataformas de “streaming” de música na Internet, como QQ Music ou NetEase, excluíram as músicas e as contas pessoais de Zhang, que também cantor, enquanto Douyin (homologo chinês do TikTok) também fez o mesmo com seu perfil.

Também marcas como Wahaha, uma empresa de bebidas, a joalheira Pandora ou a têxtil Shanghai Mercury rescindiram os seus contratos com a estrela.

Leia mais em Hoje Macau

Assine nossa Newsletter