Nova-iorquinos vão poder registar o sexo como feminino, masculino ou "X" - Plataforma Media

Nova-iorquinos vão poder registar o sexo como feminino, masculino ou “X”

Nos 60 dias seguintes a uma mudança de nome, os nova-iorquinos vão deixar de ter de publicar num jornal as mudanças de nome, a morada, a data e o local de nascimento, como a anterior lei exigia. A nova legislação entra em vigor dentro de 180 dias.

Os nova-iorquinos vão poder designar o seu sexo como “feminino”, “masculino” ou “X” nas suas cartas de condução e certificados de nascimento, graças a uma lei assinada pelo governador Andrew Cuomo.

Os não-binários tinham recorrido à justiça em março, argumentando que as autoridades estaduais estavam a discriminá-los por não lhes darem a opção “X”, para indicarem a sua identidade de género.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter