Músico Jorge Queijo vai lançar sete discos em sete horas no próximo dia 13 - Plataforma Media

Músico Jorge Queijo vai lançar sete discos em sete horas no próximo dia 13

O músico Jorge Queijo vai lançar sete discos, em sete horas, no dia 13 de dezembro, anunciou o próprio, completando assim a série de 10 a que se propôs no começo do ano.

“O ano tem sido difícil, com estadias em casa prolongadas onde o tempo deixou de ter a conotação conhecida e que me conduzia na minha rotina. Procurei manter o desafio, os sete discos lançados são o resultado de uma pesquisa ao arquivo de gravações e de novos registos feitos em tempo de pandemia”, pode ler-se num texto de apresentação dos sete lançamentos, que vão acontecer entre as 11:00 e as 17:00 do dia 13.

A ideia original, revelada em janeiro com o lançamento de “Adufes & Pandeiro”, era editar um disco por mês, incluindo uma pausa em julho e agosto, mas a pandemia modificou os planos iniciais, obrigando Jorge Queijo a recorrer ao arquivo, embora ainda tenha conseguido gravar alguns dos trabalhos planeados.

“[Os discos] irão sair todos no mesmo dia porque não consegui planear mensalmente, com todos os imprevistos, e tive que fazer um plano que fosse num período mais curto de tempo porque todas as semanas o cenário de trabalho e familiar pode mudar, mas no final gosto da ideia de saírem os sete no mesmo dia, acho que é inédito”, disse Queijo à Lusa.

No texto de apresentação, o músico realça: “São sete que fazem parte de um todo num total de 42 temas que demonstram a minha necessidade de criar e de me envolver com o som e que ao mesmo tempo podem ser ouvidos como se de um trabalho único se tratasse, de uma coleção de sons e ideias que não podem ser rotuladas numa ideia de disco e de projeto único. Estes discos refletem a amálgama de sons que fui criando e que são incontroláveis dentro do meu processo criativo”.

Os sete discos vão desde uma “reflexão sobre os locais enigmáticos da capital japonesa”, com “Tokyo”, a um disco descrito como “instruções sonoras para que cada um possa construir uma nave espacial e sair deste lindo planeta”, que está a ser destruído com “DIY Astronaut”.

Pelo meio, Jorge Queijo vai lançar “Einstock”, “Desassossego”, “Abstract Thoughts”, “Nelembe Ensemble” e “Imperfection”.

Os sete álbuns juntam-se aos anteriormente lançados “Adufes & Pandeiros”, “Abstract Thoughts II” e “Stop/Walk”.

Nos dias 12 e 13 de dezembro, Jorge Queijo vai fazer um ‘live streaming’ a partir do seu estúdio, em horas a anunciar.

Músico multi-instrumentista e compositor, Jorge Queijo é licenciado em Jazz, pela Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo, e mestre em Music Leadership, pela Guildhall School of Music and Drama de Londres, tendo estudado Gamelão na Universidade de Artes ISI de Yogyakarta, segundo a biografia disponibilizada pela Casa da Música, onde colabora com o Serviço Educativo.

Atualmente, está à frente do programa educativo da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Artigos relacionados
AngolaCultura

História da música angolana deve constar no currículo

CulturaPortugal

Há dezenas de álbuns de portugueses previstos para 2021

CulturaMundo

Disco de Fiona Apple foi o queridinho da crítica em 2020

BrasilLifestyle

Cantor Matheus da dupla Lucas e Matheus morre com Covid-19 após visita a Portugal

Assine nossa Newsletter