Morreu o jornalista português Pedro Camacho, vítima de Covid-19 - Plataforma Media

Morreu o jornalista português Pedro Camacho, vítima de Covid-19

Antigo diretor de informação da Lusa tinha 59 anos

O jornalista Pedro Camacho, antigo diretor de informação da Lusa e atualmente à frente da Direção de Inovação e Novos Projetos, morreu este sábado aos 59 anos, vítima de Covid-19, depois de várias semanas internado no Hospital de Cascais.

Pedro Camacho liderou a Lusa entre 2015 e 2018, já depois de ter dirigido a revista Visão entre 2005 e 2015. No seu currículo constam passagens pelos jornais Público e Diário de Notícias, nos quais, entre várias funções, foi responsável pelas respetivas editorias de Economia.

O Presidente da República lamentou a morte do ex-diretor de informação da Agência Lusa Pedro Camacho, considerando que deixa uma marca na comunicação social portuguesa e teve uma “longa e brilhante carreira” como jornalista.

Com uma longa e brilhante carreira como jornalista, no Diário de Notícias, no Público, antigo diretor da Visão e da Agência Lusa, Pedro Camacho deixa a sua marca na comunicação social portuguesa e deixa também memórias de competência, camaradagem e profunda argúcia junto dos seus leitores e dos seus companheiros de profissão”, refere-se nesta nota.

O chefe de Estado salienta ainda que Pedro Camacho, “filho da também recentemente falecida Helena Marques, com os seus irmãos Paulo e Francisco”, pertence a uma família que “se notabilizou pela escrita e pelo jornalismo, à qual o Presidente da República deixa um abraço de amizade e sentidos pêsames”.

Artigos relacionados
MundoSociedade

Polícia interrompeu casamento em Londres com 400 pessoas

PortugalSociedade

Portugal regista novo máximo diário de mortes por Covid-19

MacauSociedade

Macau soma mais um caso de Covid-19

MundoSociedade

Espanha regista novo recorde diário de contágios com quase 45 mil novos casos

Assine nossa Newsletter