Ministério da Saúde fecha acordo com governo de SP para Coronavac - Plataforma Media

Ministério da Saúde fecha acordo com governo de SP para Coronavac

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, fechou um acordo com o estado de São Paulo para compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina da farmacêutica chinesa Sinovac, que será produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, ao custo de 2,6 mil milhões de reais, até dezembro deste ano.

Em reunião com governadores nesta terça-feira (20), Pazuello, afirmou que vai incorporar a Coronavac no Programa Nacional de Imunizações, colocando-a assim no cronograma nacional.

Os recursos, segundo a Folha apurou, devem ser liberados por meio de medida provisória.

O governo federal tem o contrato para obter 140 milhões de doses —100 milhões da parceria entre a AstraZeneca e a Universidade de Oxford e 40 milhões do mecanismo Covax Facility, liderado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Com a compra de doses também da Coronavac, o total previsto para ser oferecido deve chegar a 186 milhões.

Segundo o ministério, a previsão é que a vacinação seja iniciada em janeiro do próximo ano. Profissionais de saúde e pessoas com maior risco de complicações da Covid-19, como idosos, devem ter prioridade na oferta da vacina.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
BrasilSociedade

CoronaVac é a vacina em teste mais segura contra Covid-19, diz presidente do Butantan

BrasilChina

Como o Brasil está a ajudar a China na corrida pela vacina

ChinaSociedade

Farmacêutica chinesa diz que vacina estará pronta no início de 2021

BrasilSociedade

São Paulo duplica produção da vacina da covid para exportar para América Latina

Assine nossa Newsletter