Macau com plano turístico para impulso da economia - Plataforma Media

Macau com plano turístico para impulso da economia

As autoridades de Macau anunciaram hoje o arranque na próxima semana de um plano turístico subsidiado destinado a todos os residentes para impulsionar a economia, afetada pela covid-19.

O plano de turismo doméstico “Vamos Macau” contempla 15 roteiros, seis comunitários e nove de lazer, com os residentes a receberem 560 patacas (62 euros) caso participem em duas excursões, o limite máximo definido pelas autoridades, foi hoje anunciado na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia.

O Governo alocou 280 milhões de patacas (31 milhões de euros), através da Fundação Macau, para subsidiar os residentes que participem nos roteiros, que incluem excursões por zonas antigas da cidade, turismo de natureza, espetáculos e gastronomia, sendo ainda distribuído pelos residentes um vale de refeição no valor de 100 patacas (11 euros).

O objetivo é ajudar os pequenos negócios, afetados pela crise motivada pela covid-19 e que praticamente paralisou o motor da economia de Macau, a indústria do jogo e do turismo, dada a restrição nas fronteiras e a ausência de turistas.

As inscrições deverão ser feitas a partir de quarta-feira e as primeiras excursões devem arrancar na segunda-feira.

Macau foi dos primeiros territórios a identificar casos de infeção com a covid-19, antes do final de janeiro. Primeiro registou uma primeira vaga de dez casos. Seguiu-se outra de 35 casos a partir de março, todos importados, uma situação associada ao regresso de residentes, muitos estudantes no ensino superior em países estrangeiros.

Macau está sem registar casos desde 09 de abril e atualmente não tem qualquer caso ativo, depois de o último paciente ter recebido alta hospitalar, em 19 de abril.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 431 mil mortos e infetou mais de 7,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Artigos relacionados
MundoSociedade

Coreia do Sul pretende alcançar “imunidade de grupo” em Novembro

MacauSociedade

Vacinação gratuita em Macau abrange TNR e estudantes de fora

MundoPolítica

Atraso da vacina nos países mais pobres ameaça economias desenvolvidas

BrasilPolítica

União Europeia quer quarentena de 14 dias para quem chega do Brasil

Assine nossa Newsletter