MELCO CROWN PEDE SAÍDA DO HANG SENG - Plataforma Media

MELCO CROWN PEDE SAÍDA DO HANG SENG

 

A operadora de jogo Melco Crown Entertainment anunciou, na semana passada, que planeia deixar de estar cotada na Bolsa de Hong Kong, depois de as receitas dos casinos em Macau terem sofrido a primeira queda anual desde a liberalização.

Segundo dados oficiais, os casinos de Macau encerraram 2014 com receitas brutas de 351.521 milhões de patacas (35.150 milhões de euros), menos 2,6% face a 2013, potenciada por quedas homólogas sucessivas desde junho.

Horas depois de o regulador, a Direção dos Serviços de Inspeção de Jogos (DICJ), ter publicado os dados, a Melco Crown – fruto de uma parceria entre Lawrence Ho, filho do magnata de jogo Stanley Ho, e o australiano James Packer – informou a sua intenção de deixar de estar listada na Bolsa de Hong Kong “por razões de custo e utilidade”.

“Manter a cotação (…) requer o cumprimento de obrigações regulatórias adicionais e tais exigências envolvem custos adicionais significativos”, refere em comunicado a empresa, com três espaços de jogo em Macau.

Um requerimento para uma retirada voluntária do índice Hang Seng foi submetido ainda na sexta-feira, informou a empresa, após o encerramento da bolsa da antiga colónia britânica, sem avançar, porém, uma data para concretizar a saída.

As seis concessionárias e subconcessionárias de jogo em Macau estão todas cotadas em Hong Kong. A Melco Crown Entertainment é, porém, a única a estar listada simultaneamente em Wall Street.

A empresa garantiu que irá manter-se cotada no Nasdaq, em comunicado enviado à bolsa.

A Melco terminou 2014 no quarto posto do ‘ranking’ dos operadores de jogo em casino em Macau, com uma quota ligeiramente acima dos 13%, liderado pela Sociedade de Jogos de Macau, fundada por Stanley Ho, de acordo com dados compilados pela Lusa.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter