Posto de Qingmao alarga horizontes de Macau - Plataforma Media

Posto de Qingmao alarga horizontes de Macau

O chefe do Governo, Ho Iat Seng, classificou o posto fronteiriço de Qingmao, hoje inaugurado, como um dos principais projetos de cooperação entre Guangdong e Macau e um grande acontecimento para a sociedade e a vida da população

Para Ho Iat Seng, a construção e entrada em funcionamento da quinta passagem transfronteiriça terrestre entre Macau e Zhuhai constitui mais um passo que enriquece o princípio “um país, dois sistemas”. O posto de Qingmao alarga os horizontes de Macau.

Assinalou ainda que o novo posto “contribuirá efectivamente para aliviar a pressão fronteiriça” das Portas do Cerco que é, “ desde 2011, o maior posto transfronteiriço terrestre nacional e da Ásia, tendo registado em 2019 um fluxo médio diário de 400 mil pessoas”.

Ho Iat Seng assegurou que Macau vai “promover, em sincera cooperação com a Província de Guangdong, uma circulação eficiente, conveniente e ordenada de recursos entre fronteiras” a favor da construção e desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin.

Presente na inauguração, Ma Xingrui, Governador da Província de Guangdong, destacou o papel que o novo posto fronteiriço poderá vir a desempenhar nas ligações de Macau ao continente.

“O novo posto fronteiriço faz a ligação directa à estação ferroviária intercidades Guangzhou-Xhuhai. Os residentes de Macau podem chegar à estação através do posto de controlo, antes de se dirigirem para diferentes locais do país”, destacou.

Para o responsável, isso vai “facilitar definitivamente a integração de Macau na rede ferroviária interurbana da Grande Baía, e mesmo na rede nacional de alta velocidade”.

Leia mais em TDM

Related posts
MacauPolítica

Chefe do Executivo de Macau promete criar novas perspectivas para "um país, dois sistemas"

EconomiaMacau

CE e membros de Macau no Comité Nacional da CCPPC discutem LAG para 2023

MacauPolítica

Governo de Macau promete regular postos de trabalho com redução do jogo

Hong KongMacau

Chefe de Executivo de Macau em Hong Kong para 25 anos da transição

Assine nossa Newsletter