Início Política Campo democrata reclama direitos e admite chegar ao TUI

Campo democrata reclama direitos e admite chegar ao TUI

Os cabeças de lista do campo pró-democracia, que foram informados na sexta-feira pela Comissão dos Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa que iam ser excluídos, reforçaram que não concordam com a decisão. Admitem, mesmo, recorrer ao Tribunal de Última Instância

Numa conferência de imprensa conjunta esta tarde, os três cabeças de lista do campo democrata, – Scott Chiang, Sulu Sou e Paul Chan Wai Chi – bem como outros elementos que pertencem às listas – como o actual deputado Ng Kuok Cheong e Rocky Chan, da Associação Novo Macau – falaram em direitos.

“O que se está a passar coloca em risco não só os candidatos, mas também os direitos de todas as pessoas de Macau”, disse Scott Chiang. Acrescentou ainda que “é um direito elementar de qualquer acusado saber de que está acusado para se poder defender e qual é o fundamento desta acusação”. E isso, formalmente, ainda não lhes foi transmitido. “Ainda temos muito que fazer mas, até 26 de Julho, podemos recorrer para o Tribunal de Última Instância”

Sulu Sou diz que está disposto a lutar. “Tal como já disse, para mim, todos os dias são o último dia. Muita gente quer saber qual é o próximo passo que nós, enquanto campo democrata, vamos tomar. Eu digo que a minha responsabilidade é lutar arduamente todos os dias. A missão de hoje é lutar de forma incansável hoje”, referiu o deputado.

Leia mais em TDM

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!