Três anos para estabilizar Hong Kong, prevê dirigente do MNE

Três anos para estabilizar Hong Kong, prevê dirigente do MNE

A legislação da segurança nacional foi um ponto de viragem para a paz na região de Hong Kong e em três anos a situação estará restabelecida

Foram palavras, esta tarde, do director-geral do Gabinete de Estudos Políticos do Comissariado dos Negócios Estrangeiros da Republica Popular da China na RAEM convidado pela Câmara do Comércio britânica em Macau, para um almnoço sobre o actual estado da diplomacia chinesa.
Ran Bo discorreu sobre a situação de Hong Kong, nomeadamente, no que disse ser a interferência de países como os Estados Unidos, sublinhando que a legislação da segurança nacional “foi um ponto de viragem para a paz” na região vizinha.

“A RAE de Hong Kong já foi uma das piores áreas onde os Estados Unidos e alguns outros países, interferiram e intervieram nos assuntos internos da China”, começou por notar. “A legislação da segurança nacional preencheu as lacunas legais existentes para salvaguardar a segurança nacional, marcando um enorme ponto de viragem na transição de Hong Kong do caos para governação”.

O dirigente sublinhou “a determinação inabalável na oposição à interferência externa”, e garantiu que a situação em hong Kong ficará estabilizada no espaço de dois a três anos.

Leia mais em TDM

Related posts
ChinaHong Kong

Assembleia Popular Nacional analisa projecto de reforma eleitoral em Hong Kong

ChinaHong Kong

'Avó Wong' lembra o passado dos protestos de Hong Kong

ChinaHong Kong

Hong Kong: oito ex-deputados e ativistas pró-democracia detidos

ChinaHong Kong

Bombas incendiárias lançadas contra clube da polícia de Hong Kong

Assine nossa Newsletter