OMS diz que é prematuro e "não realista" pensar-se que a pandemia acabe este ano - Plataforma Media

OMS diz que é prematuro e “não realista” pensar-se que a pandemia acabe este ano

Michael Ryan, da OMS, diz contudo que o que é possível é reduzir as hospitalizações e as transmissões e impedir que surjam novas variantes do vírus.

Questionado pelos jornalistas, Michael Ryan, diretor executivo do Programa de Emergências em Saúde da Organização Mundial de Saúde (OMS), avisou que é prematuro e “não realista” pensar-se que a pandemia de covid-19 termine até ao fim de 2021, mas disse que pode ser possível reduzir as hospitalizações e as transmissões e impedir que surjam novas variantes do vírus. “Se controlarmos a transmissão controlamos a pandemia”, disse.

Soumya Swaminathan, cientista chefe da OMS, acrescentou: “não podemos erradicar o vírus até ao final do ano, mas podemos reduzir as hospitalizações e a severidade da doença”.

Por outro lado, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse esta segunda-feira que até ao fim de maio serão entregues 237 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 a 142 países.

As vacinas serão entregues a países que fazem parte do mecanismo COVAX, uma iniciativa da OMS para garantir uma vacinação contra o novo coronavírus que seja equitativa. Esta segunda-feira, o Gana e a Costa do Marfim foram os primeiros países a começar a vacinar os profissionais de saúde com doses fornecidas através do COVAX.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
BrasilEconomia

Caixa libera saque da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021

Política

Blinken se reúne com chefe da OMS e demonstra apoio a investigação sobre origem da pandemia

MundoSociedade

América Latina pode enfrentar 'avalanche de problemas de saúde' devido à Covid

MundoSociedade

Hospitais de Banguecoque lotados devido a forte surto da doença

Assine nossa Newsletter