John Mo tenta evitar condenação de seis anos de prisão - Plataforma Media

John Mo tenta evitar condenação de seis anos de prisão

A defesa de John Mo, ex-director da Faculdade de Direito da Universidade de Macau, apresentou recurso para o Tribunal de Última Instância da condenação pelo crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência.

A informação foi avançada ao HM por Oriana Pun, advogada de defesa de John Mo, condenado pelo Tribunal de Segunda Instância (TSI) a seis anos de prisão efectiva.

Em Junho de 2018, John Mo foi detido preventivamente, depois de ter sido acusado de violação por uma aluna de mestrado de outra instituição. Como consequência, o contrato do então director da Faculdade de Direito da UM foi imediatamente declarado extinto. Segundo a acusação, a violação teria acontecido dentro de uma sala de karaoke, e o acto teria sido assistido por outras duas pessoas, uma delas Lei Iok Pui, membro do Conselho da Juventude, por escolha do Governo e que tinha sido tinha candidato não-eleito nas legislativas pela lista do deputado Si Ka Lon.

O académico acabou por estar em prisão preventiva até ao julgamento, que terminou em Fevereiro 2019, e foi considerado inocente pelo Tribunal Judicial de Base.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MacauSociedade

Departamento de português da Universidade de Macau com maior procura

ChinaCultura

UM assina acordo bibliotecário com instituições do Interior

MacauSociedade

Aulas da Universidade de Macau começam online no dia 18

MacauSociedade

Os 40 anos da Universidade de Macau e o pioneirismo no ensino superior

Assine nossa Newsletter