Acelerar as reformas

Acelerar as reformas

Abre-se o horizonte da vacinação, que Macau aguarda sem a urgência que assola o mundo ocidental. A médio prazo, a imunidade recupera mobilidade entre fronteiras, regressam o turismo e outros motores da economia. Mas a recuperação dos casinos será lenta – e não volta aos anos dourados da liberalização.

A diversificação económica é mais urgente que nunca; como são as reformas da administração.

Quando o foco é o medo da morte, tudo o resto espera que passe… Governos congelam planos, restringem movimentos; empresários cortam custos, adiam investimentos; o povo já só quer saúde e emprego… Em pandemia, só há uma prioridade: vencê-la. Neste contexto, é difícil debater mudanças, discutir planos, assumir compromissos… Mas também não se pode paralisar.

Na Ásia, como na Europa e nos Estados Unidos, o horizonte anuncia duas grandes migrações: a economia digital e a economia sustentável. Uma cidade pequena, multilingue e aberta ao mundo, tem um enorme caminho a fazer para formar pessoas, mudar hábitos e comportamentos. E este é também tempo de começar a ganhar esse tempo.

A Grande Baía é ainda uma espécie de miragem antecipada. Está lá, mas ainda não se sabe bem onde, nem como. O processo é lento, as instruções políticas pouco claras… e ninguém sabe muito bem o que fazer. Mas é esse o caminho. Macau tem de se afirmar como centro de serviços multilingue e multilateral. E todos os dias tem imenso trabalho a fazer para lá chegar. Não faz sentido parar.

Na plataforma lusófona é muito mais relevante montar redes e desenvolver a capacidade de comunicação do que agendar eventos e excursões. A diplomacia económica sofre da falta de voos e do distanciamento social. Mas é preciso forçar.

Ho Iat Seng tinha uma missão assumida: a reforma da administração pública. Teve outra prioridade, é certo, mas nem tudo tem de parar. A modernização do Estado é a maior alavanca para mudar a cidade… pode começar a andar.

*Diretor-geral do Plataforma

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Editorial

Equilíbrio em tripé

Editorial

Escolher a razão

Editorial

Ter pressa

Editorial

Desgaste político

Assine nossa Newsletter