Tratamento com plasma rico em anticorpos reduz gravidade da Covid-19, diz estudo

Tratamento com plasma rico em anticorpos reduz gravidade da Covid-19, diz estudo

Teste foi feito na Argentina; opção pode ser importante enquanto a vacina não é universal, diz pesquisador

Um ensaio clínico com 160 idosos conduzido na Argentina mostrou que é possível evitar sintomas graves da Covid-19 com um tratamento feito à base de plasma rico em anticorpos contra o novo coronavírus.

Esse plasma foi obtido em doações de pessoas que já tinham tido a Covid-19 e que já se encontravam assintomáticas e com teste negativo para presença do vírus. Em cada doação (que pode ser repetida quinzenalmente), eram retirados 750 ml de plasma, o suficiente para tratar três pacientes.

Os voluntários tinham idade média de 77,2 anos e foram distribuídos aleatoriamente entre os grupos de teste (que recebeu o plasma) e placebo (que recebeu apenas solução salina). Para entrar no estudo era necessário ter 75 ou mais ou entre 65 e 74 anos com alguma comorbidade, como diabetes, hipertensão, obesidade e doença renal crónica.

O estudo foi do tipo duplo-cego, no qual nem cientistas nem participantes sabiam quem recebeu cada tratamento, o que reduz a chance de haver viés de interpretação.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
MundoSociedade

Pandemia já fez mais de 2,1 milhões de mortos a nível mundial

MundoPortugal

Três comissários europeus em quarentena depois de contacto com João Leão

EconomiaMundo

O mundo pós-pandemia em números

MundoSociedade

Covid-19: Composição do microbioma pode influenciar gravidade da doença

Assine nossa Newsletter