Bolívia reconhece pela primeira vez união de casal do mesmo sexo - Plataforma Media

Bolívia reconhece pela primeira vez união de casal do mesmo sexo

Homens que estão juntos há mais de 11 anos travaram longa batalha judicial. O Serviço de Registro Cívico da Bolívia (Sereci) reconheceu pela primeira vez a união entre duas pessoas do mesmo sexo no país, após uma longa batalha judicial travada pelo casal.

O Sereci decidiu “ordenar o registro da união livre entre David Víctor Aruquipa Pérez e Guido Alvaro Montaño Durán”, de acordo com um documento que anula outra resolução adotada pela mesma instituição em 2018.

Naquela época, o serviço havia recusado o pedido do casal para registrar sua união de fato, que já soma mais de 11 anos, como disseram recentemente à AFP.

Aruquipa, um administrador de empresas de 48 anos, e Montaño, um advogado de 45 anos, travaram uma batalha judicial para obter reconhecimento.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
MundoPolítica

Bolívia vai tributar fortunas. "Os ricos podem fazer quarentena"

MundoSociedade

Cientistas avisam para transmissão humana de misterioso vírus na Bolívia

MundoPolítica

Evo Morales assume presidência do partido do governo boliviano

Política

Novo presidente da Bolívia não menciona Evo em seu discurso conciliador

Assine nossa Newsletter