Tesouro perdido do Antigo Palácio de Verão da China regressa a casa - Plataforma Media

Tesouro perdido do Antigo Palácio de Verão da China regressa a casa

Uma escultura de cabeça de cavalo de bronze, um tesouro do Antigo Palácio de verão da China que desapareceu após o saque das forças aliadas anglo-francesas há 160 anos, regressou à sua casa original na terça-feira.

É a primeira vez que uma importante relíquia cultural perdida do Antigo Palácio de verão, ou “Yuanmingyuan”, foi devolvida e alojada na sua localização original depois de ser repatriada do exterior.

Doze esculturas de cabeça de animal formaram um relógio de água do zodíaco no Yuanmingyuan de Pequim, construído pelo Imperador Qianlong da Dinastia Qing (1644-1911). Os originais foram saqueados do jardim real pelas forças aliadas anglo-francesas em 1860 durante a Segunda Guerra do Ópio (1856-1860).

A cabeça de cavalo, desenhada pelo artista italiano Giuseppe Castiglione e trabalhada por artesãos reais, é uma mistura artística do Oriente e do Ocidente.

O bilionário de Macau Stanley Ho comprou a cabeça de cavalo de bronze e decidiu doá-la à Administração Nacional do Património Cultural (NCHA) e devolvê-la à sua casa original.

Leia mais em Shanghai Daily

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter