Lucidez e bom senso - Plataforma Media

Lucidez e bom senso

Se dúvidas houvesse, o chefe do Governo de Macau, Ho Iat Seng, acabou por as dissipar esta terça-feira, durante a sessão de perguntas dos deputados, no âmbito da apresentação das Linhas de Ação Governativa para 2021: O regresso à vida normal, próxima daquela que sempre conhecemos, só vai fazer-se quando houver uma vacina que assegure proteção contra a Covid-19.

“A recuperação [económica] depende de se encontrar uma vacina”, disse perante a Assembleia Legislativa.

E deixou um alerta. “Mesmo com os apoios financeiros disponibilizados pelo Governo, não se vai conseguir resolver os problemas do crescimento e do desemprego” da cidade.

Para Ho Iat Seng, a solução passa por vacinar toda a população, no pressuposto de que esta terá os “efeitos desejados”. E só depois disso o território pode “ver uma saída” e recuperar a confiança, assim como a economia.

Só com a vacina será possível retirar as máscaras e abrir as portas da cidade aos turistas de todo o mundo. Vaticinou.

Perante o esforço e um certo sabor a tranquilidade vividos pela população local ao longo deste “annus horribilis”, as palavras de Ho devem merecer aprovação quase unânime, revelando, em simultâneo, bom senso e lucidez. Até lá, o “boom” da economia vai ter de esperar e submeter-se à política do pequeno passo.

Até lá… persistir continua a rimar com resistir!

*Editor-executivo do PLATAFORMA

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
EconomiaMacau

Ho Iat Seng destaca infra-estruturas na recuperação económica

ChinaMacau

Fórum sobre infraestruturas apoia recuperação económica de Macau

Editorial

Um bom precedente

MacauPolítica

Governar sob o signo da pandemia

Assine nossa Newsletter