Documentário usa deepfake para mostrar torturas e perseguição a LGBTs na Rússia - Plataforma Media

Documentário usa deepfake para mostrar torturas e perseguição a LGBTs na Rússia

‘Welcome do Chechnya’, exibido na Mostra de SP, mostra homofobia levada ao extremo

Em abril de 2017, o jornal de oposição russo Novaya Gazeta revelou para o mundo que prisões, torturas e assassinatos de LGBTs estavam acontecendo de forma extrajudicial, acobertada pelo governo, na Chechênia, parte da Rússia.

Como resposta às alegações, o presidente checheno, Ramzan Kadyrov, não apenas disse que a perseguição ao grupo era mentira, como também afirmou que não existiam homossexuais em sua república. O assunto ganhou manchetes do mundo todo, mas pouco aconteceu —a onda de violência continuou e se estendeu até mesmo a jornalistas que escreviam sobre as perseguições.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Rússia expulsa cinco diplomatas portugueses

BrasilDesporto

Mário Fernandes interrompe a carreira: "Não deixo a Rússia por causa da guerra..."

MundoPolítica

Novos ataques contra Ucrânia e Putin adverte contra adesão da Suécia e Finlândia à NATO

MundoPolítica

NATO é uma aliança de defesa que não representa ameaça contra ninguém

Assine nossa Newsletter