Brasil disponível para apoiar Timor-Leste no setor agrícola, especialmente em agropecuária - Plataforma Media

Brasil disponível para apoiar Timor-Leste no setor agrícola, especialmente em agropecuária

O Brasil está disponível para cooperar com Timor-Leste no setor agrícola, com destaque para a agropecuária, mas também para o desenvolvimento de cadeias produtivas de frutas tropicais, disse à Lusa o embaixador brasileiro.

Aldemo Garcia disse que tanto a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) se mostrarem disponíveis para cooperar com o Governo timorense.

Segundo explicou, o ministro da Agricultura e Pescas timorense, Pedro dos Reis, manifestou recentemente vontade de reativar a cooperação técnica agrícola brasileira.

“O Ministro identificou como área fundamental de possível cooperação, num primeiro momento, o reforço do programa de produção de animais neste país, em parceria com o Centro de Produção Animal localizado em Dotik, no município de Manufahi”, explicou.

“Além disso, o ministro tem interesse de, futuramente, cooperar na pesquisa e desenvolvimento de cadeias produtivas de frutas tropicais como o caju e a mandioca, em processos biológicos no solo (por exemplo a fixação biológica de nitrogénio), na agroecologia e na aquicultura”, disse.

O diplomata, que está prestes a terminar a sua missão em Timor-Leste, saúda o potencial de cooperação nesta área de “grande relevância” para o país.

Garcia recordou que o Brasil era, nos anos 70 do século passado, um grande importador de alimentos – como ocorre atualmente com Timor-Leste, mas que o país foi alvo de uma “verdadeira revolução nos campos brasileiros, transformando-se num dos maiores exportadores mundiais de produtos agrícolas”.

Agora, disse, o Brasil pode ajudar Timor-Leste a responder ao grande desafio de “tornar a agricultura timorense autossuficiente e sustentável”. 

Ainda que a maior parte da população timorense trabalhe no setor agrícola, a quase totalidade são agricultores de subsistência, com a capacidade produtiva do país a ser ainda insuficiente, o que obriga à importação de produtos alimentares de vários tipos.

A fraca produção agrícola é um dos problemas que contribui para os ainda elevados índices de subnutrição no país.

Desde a restauração da independência, explicou Garcia, o Brasil desenvolveu já mais de uma centena de projetos em várias áreas.

Um programa de cooperação técnica no setor do café, entre 2003 e 2006, foi, porém, o único que atuou no setor agrícola.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
SociedadeTimor-Leste

Censo agrícola revela que mais de 141 mil famílias timorenses estão envolvidas no setor

Guiné-BissauSociedade

Governo guineense acredita que lei da terra vai diminuir conflitos comunitários

PolíticaPortugal

Portugal quer fechar acordo final sobre nova PAC

BrasilEconomia

Exploração mineira, agricultura e banca vencem pandemia, revela estudo no Brasil

Assine nossa Newsletter