Trump ofende heróis falecidos na I Guerra Mundial, acusa o 'The Atlantic' - Plataforma Media

Trump ofende heróis falecidos na I Guerra Mundial, acusa o ‘The Atlantic’

De acordo com um artigo publicado ontem no ‘The Atlantic’, o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, classificou a marinha falecida e enterrada num cemitério da I Guerra Mundial, em França, de “perdedores e idiotas”.

Segundo o editor chefe da publicação, Jeffrey Goldberg, Trump recusou-se a visitar o cemitério americano Aisne-Marne nos arredores de Paris em 2018. Em declarações oficiais, a sua administração disse que, devido a más condições meteorológicas, o helicóptero não podia fazer a viagem. No entanto, Goldberg refuta a versão oficial e lança uma nova: “Trump tinha medo de que o seu cabelo se despenteasse na chuva”.

E acrescenta no artigo: “Numa conversa com altos funcionários na manhã da visita agendada, Trump disse, ‘Porque é que tenho de ir ao cemitério? Está cheio de perdedores.'”

Na mesma viagem, mas numa conversa separada, Trump reforçou o seu desprezo face aos 1800 marinheiros que perderam as suas vidas em Belleau Wood. O presidente norte-americano chamou-lhes de “idiotas” por terem sucumbido. Estas declarações foram ouvidas em primeira-mão por fontes anónimas ouvidas pelo ‘The Atlantic’, que estavam com Trump durante a discussão, como alega o artigo.

Resposta do Trump

Depois do artigo ser publicado, Trump não tardou a responder, declarando que as alegações feitas pela revista eram “nojentas, grotescas e mentiras irrepreensíveis”.

“Se estas pessoas existem mesmo e disseram isso, são de nível baixo e mentirosos. E estaria disposto a jurar por tudo que nunca disse nada desse teor sobre os nosso heróis”, afirmou.

No entanto, alguns críticos apontaram que não seria a primeira vez que Trump se via envolvido em questões do mesmo género. Em 2016, o Presidente dos EUA teceu comentários duros ao falecido senador John McCain, que é reconhecido, na generalidade, como um herói de guerra. “Ele não é um herói de guerra. Só é um herói de guerra porque foi capturado. Eu gosto de pessoas que não são capturadas.”

O presidente afirma que o artigo apenas trata “informações falsas” e que são uma “tentativa de influenciar as eleições presidenciais de 2020”.

O ‘The Atlantic’ é uma revista literária/cultural fundada em Boston em 1857.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoPolítica

Aliados de Trump pedem bloqueio da certificação dos resultados na Pensilvânia

BrasilPolítica

Eleições nos EUA: Bolsonaro vai esperar até reconhecer resultado porque "houve muita fraude"

MundoPolítica

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças

MundoPolítica

Trump acusa Pfizer de atrasar notícia da vacina para o prejudicar

Assine nossa Newsletter